As oficinas trazem uma proposta de valorizar a comunidade e promover a inserção ou reinserção social dos jovens na comunidade, estimulando a cultura de paz, através da capacitação de oficineiros, que moram na própria comunidade, e oferecendo atividades esportivas e culturais, escolhidas de acordo com a solicitação dos jovens e adolescentes de cada localidade.  São oferecidas oficinas de futebol, grafite, danças urbanas, capoeira, meio ambiente e percussão; novos temas serão inseridos, como fotografia e produção de vídeo. Cada jovem pode escolher participar de mais de uma atividade.

Na nova etapa de oficinas, iniciada em outubro de 2021, serão ofertadas mais 472 oficinas que atenderão cerca de 10 mil adolescentes e jovens, de 12 a 29 anos, em 44 comunidades atendidas pelo programa e que fazem parte de territórios mapeados pelo Pacto pela Vida como prioritários para implementação de políticas de prevenção.

Os 44 Territórios prioritários são:

Recife: Cohab, Imbiribeira, Ibura, Pina, Vasco da Gama, Iputinga, Cordeiro, Santo Amaro, Passarinho, Nova Descoberta, Várzea, Boa Viagem, Afogados, Dois Unidos, Guabiraba e Jardim São Paulo.

Olinda: Peixinhos e Jardim Atlântico.

Camaragibe: Aldeia e Timbi.

Igarassu: Agamenon.

Paulista: Engenho Maranguape, Janga e Maranguape I.

São Lourenço da Mata: Penedo e Tiúma.

Jaboatão dos Guararapes: Prazeres, Piedade, Barra de Jangada e Cajueiro Seco.

Cabo de Santo Agostinho: Centro, Ponte dos Carvalhos, Gaibu e Cohab.

Vitória de Santo Antão: Centro.

Palmares: Centro.

Caruaru: Salgado, Santa Rosa, São João da Escócia e Centenário.

Petrolina: José e Maria, João de Deus, São Gonçalo e Jardim Petrópolis.